Trabalhos Artesanais

O artesanato potiguar é composto por trabalhos em cerâmica, cestarias e trançados de palha seca, couro, madeira esculpida (geralmente santos), pedrarias, rendas, bordados e tecelagem (redes, principalmente).

Gastronomia

Para curtir todos os agitos que a cidade oferece, nada como degustar as delícias que tem por aqui. Ou você vai querer perder essa? Apostamos que não. Então, confira as principais iguarias dessa terra.

Carne de Sol à Moda Potiguar - Iguaria diferenciada principalmente pelos acompanhamentos: farofa d'água ou do sertão, arroz de leite, feijão verde ou de corda, macaxeira (mandioca, aipim) frita ou cozida, salada e manteiga de garrafa. Combinação que rende um sabor inesquecível.

Paçoca - Aqui paçoca não é o doce de amendoim que se conhece no sul. Paçoca é, basicamente, uma farofa composta de pedaços de carne de sol desfiada e farinha de mandioca (mais temperos, como cebola, alho, etc).

Cuzcuz com frango - Prato composto por farelo de milho cozido, temperado com legumes e frango. Uma delícia. Tapioca - feita à base de goma de farinha de mandioca, prensada e levemente aquecida em chapa. Pode ser consumida pura ou recheada, geralmente com côco ralado, queijo coalho, carne de sol, frango, ginga, etc.

Doces típicos regionais - Doce de leite, de coco verde e de frutas tropicais como caju, goiaba, manga, banana e mamão. Festival Gastronômico do Beco da Lama – Esse evento geralmente acontece em dois finais de semana. Entre o final de novembro e o início de dezembro. O local é o Beco da Lama (centro da cidade). No evento, além de pratos deliciosos, os freqüentadores podem apreciar uma boa música e mostra de artes plásticas.

  •  
  •  
  •